27 de nov de 2012

Tuitéria


A madrugada cega ignora todos os gritos do abismo.


***

É como uma goteira de alma. Ela sai fininha e pouca, mas, quando me dou conta, tenho uma extensa poça morta sob mim.

***

Só quando disse que vivia em uma bomba-relógio percebeu que via o mundo de dentro de uma bola de sabão.

***

Minha vida sou eu.