19 de jul de 2012

Amarração

Núcleo de pessoas que, com o passar dos anos, tornam-se estranhamente desconhecidas. Seio da violência maior e do carinho desmesurado, berço de afetos muitos e de poucas afeições. Sangue compartilhado entre corpos constituídos por materiais intolerantes, vidas distantes em experiências diversas.
Somos sombras irmãs que caminham em direções opostas. Calor, conforto, lágrimas, abraços, reconciliação e abandono. Ódio. Amor. Ódio.
Estamos infelizes à nossa maneira, Liev T.