4 de set de 2013


"Silêncios, 
A eremita está alegre por estar em solidão. A eremita é encantadora com as palavras. A solidão leve e feliz é um aspecto da índole poética que habita alguns elementos mais cativantes deste nosso mundo. Uns fogem da solidão outros refugiam-se nela de modo a convalescer da intempérie que é grande parte do acto social."